Seguidores

domingo, 15 de dezembro de 2013

Diz-me













Diz-me amado,
onde estão os cravos verdes,
onde se fazem os suspiros
das rosas que não adormecem?

Diz-me
onde se esconde a tua voz
trôpega de tanto voar?

Diz-me
onde plantas os lírios
que se negam a nascer
neste campo de águas mansas?
No mutismo das ondas
que se negam adormecer
nesta ânsia de te ver?

Diz-me onde me recolhes no entardecer
da bruma!
É esta a mansidão onde eu quero
repousar deste ruído
o resto
é coisa nenhuma!

Vem
estarei à tua espera
Tu, a árvore
Eu, a hera.


Manuela Barroso
Fotos: Vila Nova de Cerveira- Minho


12 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,lindo a começar pelas fotos! beijos,ótima semana,chica

leninha brandao disse...

Delicioso poema, belíssimas fotos! Um presente para envolver os meus sonhos, minha querida!
Bjssssssss,
Leninha

JP disse...

E um belo "casamento" também :))


Feliz Natal amiga

Beijinho

Miguel Azarati disse...

Não é apenas para cumprir um ritual que venho desejar-lhe bom Natal, mas porque, apesar do nosso conhecimento ser relativamente recente, existe já uma certa amizade entre você e eu, que espero venha a crescer com o tempo.
É neste contexto que lhe apresento os meus votos de um Natal muito feliz, cheio de Paz, Amor e Alegria.
E como, depois do Natal, vou ausentar-me, deixo já aqui expresso o meu desejo de que as entradas no Novo Ano lhe sejam propícias às maiores realizações.
Beijos para as amigas e abraços para os amigos
Miguel

PS – Peço que me desculpe não deixar uma mensagem personalizada, mas o pouco tempo de que disponho não me permite fazê-lo.

Gracita disse...

boa noite querida comadre Manuela
Que poema lindoooo e as imagens são fabulosos.
Um feliz natal com muito amor e harmonia e que 2014 chegue trazendo alegrias e nos oportunize estreitar os nossos laços de amizade. Obrigada pela maravilhosa companhia e por seu imenso carinho em 2013. Ofereço-lhe o Prêmio Blog Amigo. Acesse este link http://gracitamensagens.blogspot.com.br/ e pegue o seu.
Beijos com carinho e ternura

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Manuela, as fotos são para tirar o fôlego, que paisagens maravilhosas, a natureza é pródiga sempre.Seu poema, além de belo nos deixa triste,não sei a causa ,mas fiquei tempo pensando nas palavras que você registrou.Valeu a reflexão ou quem sabe um " Acorde". Beijos!

Anne Lieri disse...

Manuela,que versos maravilhosos e repletos de paixão! Eu sou sua fã! bjs,

Mariazita Azevedo disse...

Na impossibilidade de dirigir a cada amiga/o uma mensagem de Natal personalizada, escrevi umas palavras muito simples mas bem significativas do meu sentir:

“Neste Natal gostaria de trazer-te:
O verde da árvore – a cor da Esperança;
E, das bolas coloridas:
- O vermelho – a cor do meu Amor fraterno;
- O azul – a cor da suavidade dos Anjos;
- O dourado – a cor da prosperidade que te desejo;
- O roxo – a tristeza que sinto quando não te vejo;
- O branco – A Paz que quero para a tua vida.
No tanger dos sinos ouve a minha voz pedindo protecção para ti e toda a tua família.
Seja onde for que te encontres deixa-me ser um pouco do teu Natal.
Mas… acima de tudo, desejo que, na tua noite de Natal, o “Menino” não tenha que perguntar:
- Então e eu? - (V. minha postagem de 27/12/2009 – NATAL DE QUEM?)

Mil beijos natalícios
Mariazita
(Link para o meu blog principal)

lourdes disse...

Quão feliz fiquei ao ler os teus fabulosos e magníficos poemas. Sei que a tua musa é divina, pois só através Dele se consegue tanta beleza e magia. Continua amiga, mesmo distante do trabalho lembro-me muitas vezes de ti. Um Beijo de saudades.
Lourdes rocha

Beatriz Bragança disse...

Queria Manelinha
Belíssimas paisagens!
Interrogações ao ser amado sobre estados da Natureza,da qual queres fazer parte!Que bonito! que romântico!E queres que o teu amado faça também parte dela!
Que em 2014 as tuas interrogações encontrem todas as respostas,minha linda.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Beatriz

Pérola disse...

Umas repousantes imagens em perguntas poéticas, em esperas que se querem.

Beijinhos

Teresa Almeida disse...

A natureza tem que ser lida desta maneira sublime! Delicio-me1
Beijos.