Seguidores

sábado, 15 de novembro de 2014

Cada pingo...



Cada pingo de chuva é uma nota musical que me traz segredos de ti.

deixo que escorra nos sulcos das minhas mãos,
até se solidificarem nos cristais das palavras
que me trazem o teu nome.

deixo que permaneça mudo
como frutos caídos de outono,
despedindo-se da vida,
à espera de um rebanho de larvas.

deixo que flutue na pele silenciosa deste lago
onde as folhas caídas
são penas que contornam seixos noturnos,
no deserto de penedos nus.

e cada pingo de chuva
é um cristal teu, suspenso na noite
mais clara que o breu.


Manuela Barroso, in "Eu Poético"

18 comentários:

Olinda Melo disse...


A chuva para mim é uma dádiva.
Oiço-a a cair e ponho-me a contemplá-la, a ver os pingos a cair, e estendo a mão e vejo-as a respingar e acompanho-lhes o caminho. Sinto em mim a vontade imensa de sair e deixar-me banhar, liquefazer-me quase. :)

Este seu poema lavou-me a alma, cara Manuela.

Bjinhos

Olinda

Carmem Grinheiro disse...

Manuela, feliz de ti, a quem a chuva traz segredos dum alguém.
Eu não dou-me nada bem com a chuva. Mas gostei da arte que fizeste com essa chuva que te caiu nas mãos. Muito bom.
bj amg
bom fds

AC disse...

Ah, esse sentir, Manuela, a poesia corre-lhe nas veias...!

Beijo :)

✿ chica disse...

Em cada pingo de chuva aflorou tua poesia! LINDA!!! Sempre! beijos,tuuuuuuuuuudo de bom,lindo domingo! chica

JAIRCLOPES disse...

Acróstico

Mais que música para nossos ouvidos
Alguma coisa daqueles versos emana
Na verdade infunde em meus sentidos
Uma nova melodia totalmente urbana.

Ela é poeta livre de métrica castrante
Libera palavras de velhas conotações
Acaba na vanguarda, lá bem adiante
Baliza talento, defenestrando senões.

A poesia tem muito a ganhar com isso
Retomada de criatividade com maestria
Revendo qualidade com compromisso.

Onde existe criatividade com não se via
Seu trabalho é animado pois tem viço
O que nos compulsa até uma epifania.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Manuela
É tão bom passar por um post assim tão levinho e profundo nos versos bem medidos de amor!!!
Um abençoado fim de semana!!!
Bjm fraternal

Magia da Inês disse...

✿✿ミ
۵ Olá, amiga!

✿ Poesia linda, escorrem sentimentos por cada pingo dessa chuva.
Imagem poética super linda!!!!

✿ミ
╭✿╯Boa semana!
╰✿╮Beijinhos do Brasil.

Graça Pires disse...

Um poema excelente, Manuela!
A chuva a recuperar ausências sulcadas de memórias...
Beijo, amiga.

animals of my faveourats disse...

Gostei muito deste seu poema
minha amiga. Será que permite que
coloque um poema seu num dos
meus blogues com os devidos créditos?
Quando me visitar pode deixar a
resposta num comentário.Gostaria muito.
Desejo que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

Nilson Barcelli disse...

Abençoada chuva...
Gostei muito do teu poema, é excelente.
Um beijo, querida amiga Manuela.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga agradeço muito ter permitido
que coloque um dos seus poemas
num dos meus blogues. Vou inserir
este no intemporal-pippas.
Sim, pode tirar as imagens que
quiser.Esteja à vontade.
Bj.
Irene Alves

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Tão bom lembrar
de alguém
em uma gota de chuva...

Tão bom que este alguém,
pensasse um nós
diante desta mesma gota...

____________________________________

Usa teus sonhos como escudos
em defesa das tuas esperanças.

lis disse...

"...cada pingo de chuva
é um cristal teu,suspenso na noite
mais clara que o breu."
Isso é lindo Manu
_ e a fonte de inspiração é o que há de mais lindo também _a chuva e o amor.
Parabéns kirida minha
beijinhos

. intemporal . disse...

.

.

. esculpir a sede . e/ao ter sempre tanta . :) .

.

. muito bonito .

.

. um bom.fim.de.semana .

.

. um beijo meu .

.

.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

A imagem juntou-se ao belo poema e senti respingar em mim as gotículas de água de chuva sempre tão esperadas...tão cheias de lembranças!
Bom final de semana,Manu querida.
Beijos,
da Lúcia

José María Souza Costa disse...

Olá, Manuela Barroso
Bom tudo.

Vim, desejar-te, um fim de semana, bem bom.
Muita Paz. Desejos de alegria. Certeza sim, que independente da tua religiosidade, o Criador, está sempre de plantão, olhando por mim e por ti, e nos convidando, a refletir sempre, que o melhor do mundo, somos nós, os seres humanos. Por isso, somos humanos e, criados, à sua semelhança.
Dito isto, te convido a vim " cumê' um "manuê" cá no meu blogue.
Um abraço.

Gracita disse...

Querida Manuela
Em cada pingo de chuva a exuberância do eu poético magnificamente entalhado nos teus maravilhosos versos.
Que esses pingos se cristalize em cada um de nós afogando-nos na tua soberba poesia.
Beijos da amiga
Gracita

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Um colar de pérolas este poema. Muito obrigada. Beijos.