Seguidores

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Gerês

 Serra do Gerês-Foto Minha



 A serra do Gerês

 Não há serra mais linda nem mais bela
Do que a minhota serra do Gerês.
É tão formosa que a beleza dela
Nos prende como um jogo de xadrez.

 Se os nossos olhos nós fitamos nela
Sem fala nós ficamos muita vez.
Parece pincelada numa tela
Uma pintura que um pintor lá fez.

 Não há serra mais linda que esta serra.
Até Deus p’ra fazer o Paraíso
Levou a cópia dela cá da Terra!
 
Por isso, com amor, sempre a diviso.
E, dirá bem e quem disser não erra:
A vê-la não se escreve, é de improviso!...

                                                          Florentino Alvim Barroso, "Vento e Ventanias"

  

7 comentários:

mfc disse...

A Serra é linda, mas assim fica ainda mais linda!
O teu Tio é um poeta magnífico.

Leninha disse...

Manu muito querida,boa noite!

Como sempre,linda a poesia do inspiradíssimo tio,despertando em nós,que o lemos,o desejo de conhecer a bela serra do Gerês.
Bjsssss,
Leninha

Maria Alice Cerqueira disse...

bom dia Amiga
linda a serra de minha terra natal, sou natural do Minho, melhor ainda de VILA NOVA DE CERVEIRA
quanta saudade!
lindo seu poema.
tenha um lindo dia!
abraço muito amigo
Maria Alice

lis disse...

Magnífica Manuela
e o poema a canta muito bem , generosamenrte.
" é de improviso " o espanto pela beleza incrivel dessa serra!
meu abraço

Ange disse...

O poema faz uma interação perfeita a imagem desta serra. Parabéns a você e ao poeta Florentino Alvim.
Um lindo fim de semana!
Lembranças

tecas disse...

Gerês! Belíssima homenagem do seu tio, ao paraíso de Portugal, querida amiga Manelinha.
Excelente casamento: imagem com o poema.
Bjito amigo e uma flor.

Beatriz Bragança disse...

Querida Manelinha
A exaltação de uma serra, vista por um olhar muito poético!
O teu tio amava muito o Gerês!
A fotografia revela bem a beleza forte do local!
Parabéns a ambos.
Um beijinho
Beatriz