Seguidores

sábado, 5 de outubro de 2013

Um barco de sedas

   
 
 
 
 
 
Um barco azul de sedas
num reposteiro de bruma
atravessa nosso lago
na pele  florida
da espuma.

 
No cais dos teus braços
os teus olhos são os remos
bordando no mar os laços
nos nós brancos
em que nos demos

 
Tantas cascatas à solta
caindo dentro do peito
maré alta,
aguarela
na tela onde te deito.
Nesta tinta de algodão
ainda és a imagem
de tão secreta paisagem.

 
Nas linhas da minha mão
a luz escreve
o traço
na penumbra do abraço.
Luz e sombra
em união

 
Manuela Barroso, in "Eu Poetico VI"
Imagem da Net

17 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Há cais, remos e mares que são a nossa luz e onde embarcamos com a maré alta...
Excelente poema, minha querida amiga, gostei imenso.
Beijos, Manuela.

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus te abençoe boa tarde, amiga tenha ótimo final de semana poesia encantadora amei, SUCESSO AMIGA.
já estou te seguindo aguardo retribuição.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

✿ chica disse...

Tão lindos os teus versos que encantam...Fico quase sem saber comentar! Lindo! beijos,tudo de bom, lindo domingo,chica

LUZ disse...

Olá, querida amiga, Manuela!

Como tem passado?

Um barco de sedas? Nunca tinha pensado nisso, nem na realidade, nem poeticamente, porque raramente falo do mar, mas olhe, que embora o tema e não goste dele, até era capaz de navegar num mar de veludo, por exemplo, e num barco de sedas azuis, feito, por defeito ou por excesso. Prefiro, a última hipótese.

Devia ser tão aprazível! E depois, os braços dele seriam os meus remos, os nossos remos, em direção à foz dos nossos desejos, que queríamos cada vez mais distante, para que o leito, o do mar (se é que tem) e o nosso, fosse eterno enquanto durasse, repleto de ondas carícias (é uma nova denominação geográfica para as ondas. Que mentira), que nos lavariam, não só os olhos, mas todo o nosso semblante, uma e mais uma vez.

Bom domingo, com maré alta, no amor.

Beijos afetuosos da Luz.

PS: obrigada pelos pps enviados, mas do último só recebi o título.
Obrigada!

Evanir disse...

Estou passando para deixar meu carinho
ler seu postagem que tão bem faz para o meu coração.
Eu amo acarinhar você mesmo sendo trazendo uma colinha
mais certamente acredita que do seu blog
carrego cada mensagem comigo.
Fico feliz de ser privilegiada
com sua dedicada amizade.
Deus abençoe sua semana beijos milhões
de carinhos na alma.
Evanir..
Minha amiga Manuela você sabe o quanto me encanta seus poemas.

Anne Lieri disse...

Manuela,poesia maravilhosa de um amor intenso! Adorei esse olhar como remos!Ficou lindo!bjs,

São disse...

A imagem é lindíssima e o poema muito bonito.


Bom domingo.

Toninho disse...

Tomar um barco de seda e nele com nossos sentimentos a recriar um mundo todo azul acelerando nossas emoções com o frescor que vem destas aguas em forma de brisa.
Uma bela viagem poética Manuela.

Muito linda esta construção com esta privilegiada inspiração.

Meu terno abraço de paz e luz.
Bjo.

Nina Filipe disse...

Olá minha linda amiga, nós somos como as ondas do mar quando umas vão as outras veem, assim eu tenho andado meio desorientada pois tive ums contratempos com o meu lamentos. Tudo porque o sr. google+ não me deixou sair dele então ao sair trancou o meu blogue onde perdi 6 páginas a 25 poemas cada, mas tudo bem, eu faço mais, graças a Deus ainda tenho memória, e que ela jamais me falte.
Mas mudando de assunto você sabe que é uma poetisa e tantos, amiga todos os seus poemas são maravilhosos nunca sei de qual eu gosto mais. Mas este minha querida está simplesmente demais, continue porque não é para qualquer cabeça deitar tão lindas palavras cá para fora, te desejo um lindo domingo com beijinhos de luz e muita paz.

Gracita disse...

Bom dia querida comadre
Um barco de sedas... há que se mergulhar com paixão neste lirismo romântico. Teu poema é visceral.

“O melhor da vida é você saber que alguém conseguiu dar um sorriso graças a sua bondade, e saber que esse sorriso fez com que a liberdade de ser feliz se aflorasse por onde quer que você tenha passado e deixado o seu sorriso repleto de carinho e afetividade”.
Tenha uma semana plena de amor e harmonia
Beijos e carinhos
Gracita

lis disse...

Resta-nos navegar nas tuas palavras Manu e aquarelar nossos sonhos ...
Gosto muito , saudade de ti.

Beatriz Bragança disse...

Minha querida
Belíssima imagem!
Metáforas de sonho!
A eterna presença da Natureza, que tanto me encanta!
Tudo tão romântico!!!Lindo!
Gostei imenso.
Muitos parabéns.
Beijinhos da
Beatriz

Luís Paz disse...

Hey, belo poema. Invejo quem tem essa habilidade ^^ sem dúvidas lerei mais coisas, inspiração talvez.


te aguardo lá:
diademegalomania.blogspot.com

abraço

Maria Luisa Adães disse...

"Luz e sombra em união"

e o poema é um encanto!

A perdi por uns tempos
a recuperei neste tempo
mas a vou lembrar eternamente!

Maria Luísa Adães

Nilson Barcelli disse...

Reli com prazer acrescido este teu excelente poema.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Manuela.
Beijo.

ॐ Shirley ॐ disse...

È muito bom ancorar "no cais dos teus braços". Lindo, Manuela. Abraços!!!

Maria Emilia Moreira disse...

Boa noite,Manuela!
Gostava tanto de aprender a escrever assim!
Mas as linhas que saem da minha mão (imaginação)... são muito simplórias.
Que nunca te falte a luz da inspiração para nos deleitarmos com poemas de rara beleza!
Bom fim de semana,amiga.
M. Emília