Seguidores

sábado, 23 de janeiro de 2016

Pensando...




Dar bons conselhos:
-" as pessoas gostam de dar o que mais necessitam. Considero isto a mais profunda generosidade "-Óscar Wilde


Talvez venha a propósito lembrar aquele aforismo..."Se os conselhos fossem bons, não se davam , vendiam-se..."
Dar conselhos é quase como que um "conceito"...mas dar uma opinião, envolve sinceridade, menos preconceito, mais de si mesmo!
É mais provável aceitar-se uma opinião que um conselho. O conselho envolve como que uma imposição subliminar-"deves".
A opinião envolve mais ternura, porque se opina, não é assertiva, será quando muito confirmativa. É como que um envolvimento do "eu" com o "tu" ,em que se procura dar o melhor de nós.
E quantas vezes o dar conselhos envolve a máxima " Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço."...Daí, estar latente aquele véu transparente da hipocrisia o que não acontecerá com uma opinião sentida.
Assim, a generosidade, implicitamente satírica, de que fala Óscar Wilde, não se revestirá do mesmo tom crítico quando se fala da opinião!
O Eu-pensante generoso, opinará
O Eu-egóico criticará...aconselhando...


Manuela Barroso

(reeditado)


13 comentários:

✿ chica disse...

Faz pensar! Na hora de abrir a boca para palpitar, temos que muito cuidado tomar! Podemos melindrar! bjs, chica

Benó disse...

"Todo o conselho ouvirás mas só o teu tomarás". Creio que duma maneira geral todos gostam de opinar, aconselhar e depois cada um resolve à sua maneira pois todos somos diferentes e o que é azul para mim pode não o ser para ti. Lá está "Cada cabeça sua sentença" e nem toda a gente gosta de ouvir conselhos.

Gracita disse...

Quanta sabedoria engloba as tuas palavras querida
E o fizeste com ternura alinhavando o quanto é preciosa uma opinião sincera
Um texto formidável e profundo.
Uma feliz semana minha amiga
Beijinhos pra ti amada Manueda

Graça Pires disse...

Um texto muito reflexivo, Manuela. Concordo, embora às vezes a nossa opinião também não conta. Cada um decide como acha...
Um grande beijo, amiga.

Ana Freire disse...

Sábias e assertivas palavras, Manuela!
Efectivamente um conselho... traz implícito uma imposição...
Uma opinião... é apenas a oferta... de uma forma alternativa de ver as coisas, que poderá ou não ser seguida, por quem a ouve... deixando uma margem de liberdade...
Raramente me sinto capacitada para dar conselhos... mas opiniões... às vezes, até as dou demais... :-P
Um texto fantástico, Manuela!
Beijinhos! Boa semana!
Ana

Silenciosamente ouvindo... disse...

É difícil opinar e aconselhar!!!
As pessoas hoje em dia sabem tudo!!!
Mas eu não sou muito de opinar.
E de aconselhar, só se me pedirem.
Bjs.
Irene Alves

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, a sabedoria Óscar Wildeé importante, no entanto entendo que é muito fácil aconselhar, mais difícil é executar.
AG

Jaime Portela disse...

Concordo contigo em absoluto.
Os verdadeiros amigos só dão opiniões.
Os "conselheiros" raramente são amigos.
Bom fim de semana, Manuela.
Beijo.

Mariazita disse...

Querida amiga Manuela
Estive muito tempo ausente dos blogs (quase todo o ano passado...) para terminar o meu livro. Agora, que foi publicado, já disponho de mais tempo e, aos poucos, vou visitando os blogs amigos.
Concordo inteiramente com a tua reflexão.
Procuro só dar conselhos quando mos pedem e mesmo assim... com bastantes ressalvas. Prefiro assim: eu penso que... eu acho que... mas tu farás o que melhor entenderes.
Acredita que até com os meus filhos procedo assim. E não me tenho dado mal...

Minha querida, como ainda o não fiz... desejo que 2016 te traga uma grande chuva de dias felizes.

Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

A.S. disse...

Dar um conselho é assumir responsavelmente a cumplicidade de uma decisão. Quer queiramos quer não!
Antes de dar um conselho, cabe-nos saber entender quanto isso pode ser determinante para alguém que se sente insegura...

Bjuss,
AL

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida Manuela!
Post muito bem pensado antes de ser escrito... vale a pena ter discernimento ao falar e ajudar alguém...
Bjm muito fraterno

Odete Ferreira disse...

Sou má conselheira, mas considero que sou boa ouvinte e que enquadro bem as situações quando me solicitam algo. Já não é mau!
Subscrevo a tua reflexão.
Bjinho, Manuela :)

Manuel Luis disse...

Aconselho-te a retratar mais, tens jeito.
Bjs