Seguidores

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Verde Pino



"Ai flores, ai flores do verde pino,
se sabedes novas do meu amigo?
Ai Deus, e u é?
...
Se sabedes novas do meu amigo,
aquel que mentiu do que pôs conmigo?
Ai Deus, e u é?"


                                                                                   Cantiga de amigo, D. Dinis.



Ai pólen de flores do verde ramo
onde mora a honra do prometido
que é também meu amado?
Ai Deu e u é"

Sabede , donzela que hoje não há prometido (s)
porque o que agora pensas  amar
amanhã é comprometido.

Embala-te  e enquanto esperas 
terás tempo para sonhar.
Novo mundo. Outras esferas.


                                                                                             Manuela Barroso










8 comentários:

✿ chica disse...

Poesia e fotos muito belas!Adorei! bjs, linda semana! chica

Toninho disse...

Imagens lindas.
Inspiração belamente acelerada.
O amor na sua plenitude e os sonhos embalados.
Abraços

Odete Ferreira disse...

Belíssimas fotos, amiga, e que lindo enquadramento poético foste buscar!
Quanto à tua "réplica", que dizer? Perfeita na estrutura e adequada aos tempos que correm.
Bjo, Manuela :)

Odete Ferreira disse...

Andei pelo teu espaço a deleitar-me com as espantosas fotos e textos poéticos que as acompanham.
Exímia, minha amiga, nas palavras e na lente!
:) :)

Ana Freire disse...

Mudam as épocas... o tempo muda tudo por fora... e a alma humana... não sofre evolução...
Uma réplica fantástica, à cantiga de amigo... intemporal...
Sempre seremos confrontados, com alguém que nos dá cantigas... e que jamais será nosso amigo... mas há que continuar a sonhar com um novo mundo... e com um mundo... que talvez um dia mude...
Belíssimo trabalho poético e fotográfico, Manuela!
Beijinho! Bom fim de semana!
Ana

Graça Pires disse...

Excelentes fotografias, Manuela. Excelente diálogo com D. Dinis.
Um beijo.

rosa-branca disse...

Amiga Manuela, fabulosas fotos e poema lindo, que qualquer rei gostaria de ouvir declamar. Beijos com carinho

Jaime Portela disse...

Gostei imenso das fotos e da réplica ao famoso poema do D. Dinis.
Excelente. Nunca fazes por menos.
Bom fim de semana, querida amiga Manuela.
Beijo.