Seguidores

sábado, 7 de janeiro de 2012

Tempo...

 Foto de Arquivo - Foz


Tempo,
O que ficou de outrora?
Sussurra baixinho
como a brisa no salgueiral,
que as ondas do rio ainda correm mansas,
que as libelinhas voam preguiçosas
que o céu se tingirá de tardes
no crepúsculo das tuas ondas.
Que o mar num abraço longo
Beija ainda e sempre a deserta  praia
no açúcar branco da areia florida 
que no pôr do sol, logo se desmaia.
E o lençol da noite
que de preto se veste
ainda que de branco  só se manifeste
cobrindo ternuras
tao longas
tao puras
será  sempre o símbolo 
dos cânticos de amor
sepultado hoje
nestas pedras duras!

Manuela Barroso

  
                                          

5 comentários:

mfc disse...

O amor nunca morre em nós!
Nós é que, por vezes, deixamos que ele adormeça!
Ou , outras vezes, não o mimamos como deve ser.

Beijinhos.

Cantinho do Neno disse...

Que coisa linda,Manuela.Tu és brilhante! beijos,ótima semana,tudo de bom,chica

Evanir disse...

É sua amizade que desejo lembrar para sempre e estará sempre em meu coração,
mantendo-nos aquecidos, fortalecidos e segura de que nunca estarei sozinha.
E é assim que eu guardo você
Minha linda Amizade.
E é assim que eu quero guardar...
Como alguém que estará longe, mas sempre lembrará de mim.
Obrigada pelo carinho nesse um ano de Viagem comigo.
Obrigada por estar do meu lado sempre sem notar meus defeitos
me aceitando como sou.
Sei que deixo muito a desejar em responder a sua visita
mais tenho cada amigo e amiga no coração.
Me perdoe por levar uma unica mensagem para visita
infelizmente minhas mãos não ajuda .
Porem me sinto feliz e recompensada por todos entender minha situação.
Na postagem tem uma presente desse dia tão feliz para mim
ficarei feliz em encontra-lo no seu blog.
Obrigada ,Deus esteja com todos nos nessa jornada
que Deus me permita estar contigo por muitos anos ainda.
Beijos e carinhos.
Evanir

A.S. disse...

Manuela!

Regressei após uma breve pausa que precisava. Que este Novo Ano seja para si pleno de Paz, Saúde e Amor!

Muito lindo este seu poema!

Beijos... e saudades!
AL

Beatriz Bragança disse...

Querida Manelinha
Muitos parabéns!
Tu tens o dom poético de pegar nas palavras, baralhá-las e tornar a juntá-las para compor poemas belíssimos.
É um gosto ler o que escreves.
Muitos beijinhos
Beatriz