Seguidores

sábado, 27 de junho de 2015

Embalo-me


Embalo-me no Vazio
que enche
o Nada que eu Sou


                                                        Manuela Barroso 

13 comentários:

✿ chica disse...

APLAUDINDO daqui! Adorei! bjs, chica

Olinda Melo disse...


Neste nada que nós somos, só os sentimentos, os bons, se aproveitam.
Bj
Olinda

Gracita disse...

Profundamente poético minha doce amiga
Beijos e um lindo domingo

lis disse...

Com sempre, me apaixonando por ti como poeta escritora amiga.
boa semana kirida

Ana Freire disse...

Sem palavras... Adorei!!!!
Quaisquer adjectivos que eu usasse ficariam muito aquém do que pretendesse dizer...
Ocorreu-me a palavra maravilhoso... para qualificar a imagem e as palavras...
De queixo caído, continuando a apreciar, aqui deste lado...
Beijos, Manuela! Um excelente começo de semana! Sem dúvida, por aqui... como tão bem se pode ver...
Ana

Toninho disse...

Lindo e vasto.
Aplausos amiga.
Abraços de paz na boa semana.
Bju

Ailime disse...

Palavras e foto fantásticas!
Um belo momento poético!
Beijinhos,
Ailime

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, lindo e profundo, poucas palavras dizem muito. é o caso da sua bela partilha com a linda foto em sintonia com a reflexão.
AG

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, sempre há o vazio, mas há aquele que nos preenche de vida , de amor,
de qualidades, pois é um vazio bom.
Seu texto pode nos servir para fazermos diversas leituras dele.
Gostei muito. Grande beijo!

Graça Pires disse...

O vazio. O nada. O tanto que sobressalta o coração.
Muito belo, Manuela.
Um Beijo.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Excelente imagem e palavras que sendo poucas
dizem imenso.
Bj.
Irene Alves

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As vezes me sinto
tão vazio,
que até as palavras
dentro de mim
ficam em silêncio...

Um imenso abraço.

Carmem Grinheiro disse...

Tantas vezes...